O tratamento de resíduos perigosos funciona, em certa medida, como um escudo protetor, semelhante à atmosfera que envolve a terra e coloca a salvo o planeta de ameaças externas.
É um processo integrado com uma missão: proteger a saúde pública, os seres vivos e o ambiente onde habitam.

O tratamento adequado de resíduos perigosos nunca foi tão importante porque permite transformar estes produtos excedentes em matérias não perigosas ou reduzir a sua perigosidade.
Mas para ser eficaz, tem de cumprir regras exigentes.

Importância do tratamento dos resíduos

O tratamento de resíduos perigosos é um processo integrado que envolve a seleção, armazenamento, manipulação e o tratamento dos produtos residuais em instalações próprias e com recursos humanos capacitados para a função.

Não só podem facilitar a recolha e o transporte dos resíduos industriais, como devem:

  • Fornecer etiquetas que permitam que todos os resíduos estejam identificados no parque de resíduos dos seus clientes;
  • Armazenar de forma temporária os resíduos industriais;
  • Valorizar e tratar resíduos industriais;
  • Realizar limpezas industriais;
  • Gerir parques de resíduos dos seus clientes colocando em “casa” dos clientes técnicos especializados e com formação específica;
  • Acompanhar e dar apoio técnico especializado e personalizado.

Para além da capacidade operacional, muitas empresas oferecem serviços de consultoria e formação.
O objetivo é facilitar as operações e o intercâmbio dos resíduos através da partilha de know-how e aconselhamento.

O tratamento inclui a Valorização dos Resíduos Perigosos?

A valorização dos produtos resultantes da atividade da sua empresa permite transformar um resíduo numa matéria-prima, aproveitando os materiais que o constituem. Mas nem todo o desperdício é passível de ser aproveitado.

Contudo, a maioria dos resíduos perigosos produzidos pela indústria e serviços a operar em Portugal, são eliminados. Cerca de 40% é alvo de valorização.

Se a sua empresa produz algum tipo de resíduos, saiba que podem ser valorizados. Desta forma, reduz a sua pegada ecológica.

Procura quem trate dos resíduos produzidos pela sua empresa?

A lei é clara. O tratamento de resíduos perigosos deve ser feito, obrigatoriamente, por uma unidade devidamente licenciada.
O processo envolve infraestruturas altamente diferenciadas, bem como profissionais qualificados.

Fonte: ecodeal.pt