+351 913822997 geral@cogequasa.com Praça de Alvalade, nº2, 3ºB, 1700-035 Lisboa 9h - 18h

Outros Serviços

Prestação de serviços complementares e integrados

Auditorias | Licenciamento Industrial e Comercial | Projectos | Aditamento de Novas Actividades

A certificação de sistemas de gestão representa para as organizações benefícios e contributos importantes na gestão do seu negócio, na avaliação de custos e riscos e nas relações com as suas envolventes externas, uma vez que:

  • aumenta a confiança dos clientes criando condições para incrementar a sua fidelização;
  • apoia a gestão na identificação dos principais objectivos e na sua concretização;
  • contribui para aumentar a competitividade da organização nos mercados onde actua;
  • promove a imagem institucional da organização facilitando o marketing-mix do produto;
  • facilita o acesso a novos mercados;
  • permite uma abordagem sistematizada na evidência do cumprimento de requisitos regulamentares;
  • facilita a identificação de processos de melhoria interna;
  • gera factores positivos de motivação de grupos e de sinergias internas.

O controlo analítico é essencial para que seja mantida a segurança e qualidade alimentar. É fundamental o cumprimento dos requisitos legislativos para todas as indústrias alimentares bem como todos os estabelecimentos de comercializam de produtos alimentares, de maneira a assegurar que os alimentos não são prejudiciais à saúde pública. O controlo analítico baseia-se na identificação de contaminantes químicos, microrganismos e alergénios em cada alimento, e é uma ferramenta de decisão e de antecipação essencial para a qualidade dos produtos.

A presença de microrganismos patogénicos, produtos químicos tóxicos ou matéria física estranha, pode tornar o produto impróprio para consumo.

A higiene e segurança no trabalho é um conjunto de medidas preventivas adotadas por uma empresa e pelos seus colaboradores que visam garantir a segurança e saúde de todos durante o trabalho. A utilização de equipamentos de proteção individual ou até a ventilação correta de um escritório são alguns exemplos de medidas de higiene e segurança no trabalho.

A aplicação destas medidas traduz-se em três vantagens claras: a promoção da segurança e saúde no trabalho, a redução dos acidentes de trabalho e surgimento de doenças profissionais e o aumento da produtividade.

Os operadores das empresas do setor alimentar devem proceder ao licenciamento dos seus estabelecimentos, bem como notificar, as entidades coordenadoras do licenciamento, de qualquer alteração significativa das atividades e do eventual encerramento das mesmas.

De acordo com o disposto no artigo 17º do Regulamento (CE) nº 178/2002, de 28 de janeiro e no artigo 3º do Regulamento (CE) nº 852/2004, de 29 de abril e suas alterações, os operadores das empresas do setor alimentar são responsáveis por assegurar, em todas as fases de produção, transformação, armazenamento e distribuição, que os géneros alimentícios sob o seu controlo preencham o requisitos da legislação alimentar aplicáveis à atividade e verificar o cumprimento desses requisitos.

Esta certificação pressupõe que a empresa possuidora desta certificação foi avaliada segundo um conjunto de critérios e requisitos por parte da administração Aduaneira. O certificado AEO é a certificação internacional da empresa, indica que o seu papel na cadeia de abastecimento internacional é seguro e que os seus controlos e procedimentos aduaneiros são processados em conformidade

A nossa Organização dispõe de técnicos dinâmicos e experientes, que com meios tecnológicos avançados garantem respostas às exigências do comércio internacional. Analisamos e apresentamos aos nossos clientes as melhores soluções aduaneiras, de forma a optimizar o impacto fiscal do comércio internacional.

A produção de resíduos gera impactes na saúde humana e no ambiente, quer pelos próprios resíduos gerados, que têm que ser recolhidos, tratados e eliminados, quer pelo desperdício de recursos associado.

Para evitar e reduzir esses impactes, a política de resíduos foca-se na sua prevenção e no seu aproveitamento como recurso, dando continuidade ao ciclo de vida dos materiais e devolvendo materiais e energia à economia.

A política de resíduos procura ainda assegurar a gestão sustentável dos resíduos que não podem ser prevenidos, garantindo uma utilização eficiente dos recursos naturais e promovendo os princípios da economia circular.

Nos termos do RGPD, todas as autoridades, organismos públicos e organizações cuja a atividade principal consista no controlo e tratamento de categorias especiais de dados pessoais em larga escala devem designar um Encarregado de Proteção de Dados – DPO.

A designação de DPO (interno ou externo) pode facilitar a conformidade da atuação das organizações com o RGPD e propiciar uma vantagem competitiva às empresas no mercado digital.

Melhore a qualidade dos seus serviços.
Obtenha a sua certificação!