A Teimas, companhia especializada no desenvolvimento de soluções tecnológicas para a gestão profissional de resíduos e economia circular, expandiu para Portugal de maneira a aplicar a tecnologia à gestão inteligente de resíduos e proteger o ambiente de uma forma economicamente rentável.

Trabalhando já com vários complexos industriais localizados em Portugal, a companhia tem como objetivo principal, segundo adianta em comunicado, promover um futuro ‘zero resíduos’ através de uma solução tecnológica que digitaliza a cadeia de valor dos resíduos, ajudando as grandes empresas nas suas estratégias de sustentabilidade empresarial.

A mesma fonte salienta ainda que, as empresas “precisam hoje de implementar soluções tecnológicas que lhes permitam cumprir os regulamentos atuais e, ao mesmo tempo, impulsionar o seu caminho para zero resíduos e descarbonização”. Neste sentido, a Teimas entende que as empresas portuguesas “são atores essenciais na proteção do ambiente e adaptou o seu software Zero, uma plataforma em nuvem que otimiza a gestão de resíduos, aos requisitos regulamentares do país”.

Esta solução permite consolidar, no mesmo local, toda a informação associada à sua gestão de resíduos, a consulta histórica de dados e a criação de relatórios. Mais ainda, assegura a transferência de resíduos em território nacional de acordo com as normas da Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

Fundada em 2008 em Santiago de Compostela, a Teimas trabalha atualmente com mais de 900 instalações de gestão de resíduos e tem mais de 20 mil pontos de produção de resíduos que utilizam as suas soluções tecnológicas. O seu software Zero é utilizado por grandes empresas como a Telefónica, Damm, Porcelanosa, Red Eléctrica, American Tower España, Synerlab, Eiffage, Lantania e Alvac, entre outras.

Fonte: Jornal-T