CALL US
+351 913822997
E-MAIL
geral@cogequasa.com
LOCATION
Praça de Alvalade, nº2, 3ºB, 1700-035 Lisboa
WORKING HOURS
9h - 18h

Apoio ao Licenciamento Industrial no Setor Alimentar

Garanta conformidade, segurança e excelência com a Cogequasa, liderando o seu negócio alimentar rumo ao sucesso com orientação especializada e eficiente.

Na Cogequasa, estamos dedicados a simplificar o processo de licenciamento industrial no setor alimentar, assegurando que a sua empresa cumpra todas as normas vigentes sem complicações. Entendemos a complexidade dos regulamentos e a importância de aderir a cada um deles para garantir não só a legalidade, mas também a segurança e a qualidade dos alimentos que produz.

A nossa equipa de especialistas oferece um apoio completo ao licenciamento industrial, desde a fase inicial de planeamento até a obtenção final das licenças necessárias. Trabalhamos ativamente ao seu lado, proporcionando orientação clara e precisa para navegar pelos trâmites burocráticos de forma eficiente. Com a Cogequasa, não apenas atende às expectativas legais, com as supera, garantindo um posicionamento privilegiado no mercado alimentar.

Aproveite a nossa experiência e os nossos recursos dedicados para transformar o desafio do licenciamento numa vantagem competitiva para o seu negócio. Estamos aqui para ajudar a sua empresa a crescer, mantendo os mais altos padrões de conformidade e excelência. Com a Cogequasa, o caminho para o sucesso no setor alimentar fica mais claro e acessível.

Pontos-Chave

  1. Regulamentação Europeia: A União Europeia estabelece regulamentos abrangentes para a produção e comercialização de alimentos, visando garantir a segurança alimentar e a proteção dos consumidores. As empresas do setor alimentar em Portugal devem cumprir esses regulamentos, que abrangem desde a higiene até a rotulagem e embalagem dos alimentos.
  2. Licenciamento Municipal: Para iniciar uma atividade industrial no setor alimentar, as empresas geralmente precisam obter licenças municipais das autoridades locais. Isso envolve a apresentação de documentos e planos que demonstram conformidade com as normas de higiene, segurança e ambientais.
  3. Autorização Sanitária: As empresas do setor alimentar em Portugal também precisam obter uma autorização sanitária das autoridades de saúde competentes. Isso envolve a inspeção das instalações, equipamentos e práticas de produção para garantir que atendam aos padrões exigidos.
  4. Registo de Estabelecimento: As empresas do setor alimentar também podem precisar registrar os seus estabelecimentos junto das autoridades competentes, conforme exigido pela legislação aplicável.
  5. Boas Práticas de Fabricação (BPF): As empresas do setor alimentar são obrigadas a seguir as Boas Práticas de Fabricação (BPF), que são padrões estabelecidos para garantir a produção segura e higiénica de alimentos. Isso inclui procedimentos de limpeza, controlo de qualidade, manipulação de alimentos, entre outros.
  6. Certificação: Dependendo do tipo de alimentos produzidos, as empresas podem precisar de certificações específicas, como ISO 22000 (sistema de gestão de segurança alimentar) ou certificações orgânicas, para comprovar a conformidade com determinados padrões de qualidade e segurança.
  7. Vigilância e Fiscalização: As autoridades competentes realizam inspeções regulares para garantir o cumprimento das regulamentações. Não cumprir os requisitos pode resultar em multas, fecho temporário ou permanente das instalações, e até mesmo processos legais.

Fale connosco, obtenha o seu licenciamento!